Assembleia presenteia a população com abertura da Exposição ‘Memorial do Legislativo Maranhense’

O presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto (PCdoB), abriu, na tarde desta segunda-feira (25), no Salão Nobre do palácio Manuel Beckman, a Exposição “Acervo do Memorial do Legislativo Maranhense”. “Essa exposição é um verdadeiro presente aos 184 anos do Poder Legislativo Maranhense”, afirmou o deputado Othelino Neto.

O evento integra a programação do transcurso dos 184 anos do Poder Legislativo e, também, do Dia do Poder Legislativo, comemorado com uma Sessão Solene, no Plenário Manoel Beckman, que contou com as presenças, dentre outras autoridades, do secretário Chefe da Casa Civil do Governo do Estado, deputado Marcelo Tavares, representando o governador Flávio Dino (PCdoB).

A Exposição “Acervo do Memorial do Legislativo Maranhense” é composta por 13 obras centenárias do legislativo maranhense, todas manuscritas, encontradas durante o processo de restauração de documentos manuscritos e impressos da Casa, iniciado em fevereiro do ano passado, por determinação do presidente da Assembleia

Dentre as raridades históricas, que datam de 1894 a 1953, encontram-se um livro de leis estaduais, volume único, com 172 páginas escritas a mão, que traz a descrição de leis estaduais de 1889 a 1902. No mesmo livro, encontra-se o registro da Lei nº 294, de 15 de abril de 1901, que criou a primeira seção do Corpo de Bombeiros de São Luís. A mais antiga obra resgatada é um Livro de Atas com 125 anos.

Importância histórica

O desembargador Ricardo Duaillibe ressaltou a importância da exposição para a história do Maranhão. “Essa exposição é de um valor muito grande, pois resgata a história do parlamento maranhense. É de fundamental importância a gente conhecer a história do Poder Legislativo, inclusive vou sugerir que o Tribunal de Justiça também faça esse trabalho de resgate de nossa história”, acrescentou.

“Não há melhor maneira de se comemorar esses 184 anos da Assembleia do que com esse trabalho extraordinário de resgate da nossa memória. Essa exposição mostra a importância desta Casa no cenário político do Maranhão. Parabéns ao deputado Othelino Neto por tão importante iniciativa”, declarou o Chefe da Casa Civil do Governo do Estado, deputado Marcelo Tavares.

Para o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, o deputado Othelino Neto deu uma demonstração de amor ao Maranhão e de respeito ao Poder Legislativo ao resgatar a história do parlamento maranhense.” Isto é de uma importância extraordinária para as gerações presentes e futuras”, frisou.

“Tive uma grata surpresa com essa exposição, pois a informação que tinha era de que não existia mais nada de documento importante da história desta Casa, que tudo havia se perdido no tempo. Mas vejo aqui, com muita emoção e como historiador, que conseguimos resgatar documentos importante da nossa história política. Parabenizo o deputado Othelino Neto por esse belo trabalho”, disse o presidente da Academia Maranhense de Letras (AML)”, jornalista Benedito Buzar.

O deputado César Pires (PV) destacou a importância da exposição para o parlamento maranhense. “O Poder Legislativo Estadual se revigora, na data de hoje, com essa exposição comemorativa dos seus 184 anos. É um resgate de nossa história de fundamental importância para a história do Maranhão”.

Para o escritor e ex-deputado Sávio Dino, palestrante na Sessão Solene de comemoração do 184 anos do Poder Legislativo, o presidente Othelino Neto faz um resgate que é de uma enorme importância para as gerações presentes e, mais importante, para as gerações futuras. “O valor cultural dessa exposição é extraordinário. Fico feliz de testemunhar esse momento de afirmação do parlamento estadual”.

Aberta ao público

A Exposição “Acervo do Memorial do Legislativo” ficará aberta ao público durante 30 dias, a partir desta data, no horário das 9h às 12h e das 14h às 18h. “Esta exposição é um presente para o povo maranhense. Agradeço ao presidente Othelino por nos permitir realizar esse trabalho de grande valor histórico. Estaremos aqui para recepcionar o público visitante e dar maiores informações sobre o valor dessas obras”, esclareceu a diretora de Registros e Documentos da Assembleia, Simone Limeira.

O diretor de Comunicação da Assembleia, jornalista Edwin Jinkings, disse que a exposição é um divisor de água na história do Poder Legislativo Estadual, comparado com tudo que já se conhece da história do parlamento maranhense. “Os documentos encontrados ao longo desse minucioso trabalho de recuperação dessas obras centenárias passam a se constituir um acervo de um valor histórico inestimável, que estará à disposição do povo maranhense”.

Para o diretor Administrativo da Assembleia, Antino Noleto, o maior ganho desse trabalho é, justamente, a preservação, o resgate da história do parlamento maranhense, que se confunde com a própria história do povo maranhense. “Essas obras e esse resgate são de um valor incomensurável. Temos aqui fontes primárias de informação da história do legislativo maranhense”, salientou.

Deixe uma resposta