Gestor da AGERP Rodrigo Belloti reúne-se com prefeito Edilson da Alvorada, e parceira é consolidada para o fortalecimento da agricultura familiar de Palmeirândia

O gestor Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão – AGERP da regional Pinheiro, Rodrigo Belotti, esteve reunido na tarde desta segunda-feira (01), com o prefeito do município de Palmeirândia Edilson da Alvorada.

A AGERP objetiva abranger a agricultura familiar, a pequena agricultura, socializando as novas tecnologias e proporcionando assistência técnica intensiva e continuada, visando a diversificação, a integração, o aumento da produção e produtividade do setor agropecuário.

Na pauta do encontro, o gestor Rodrigo se colocou à inteira disposição e disse que o município será agraciado com muitas ações que irão fomentar a produção agrícola.

Para o prefeito Edilson, a parceria é de grande importância, pois só engrandece o trabalho que passa a ser realizado pela secretaria de agricultura do município.

A pedido do MPMA, Juiz proíbe parada LGBT para evitar aglomerações em Bacabal – MA

Em atendimento a pedido do Ministério Público do Maranhão, a Justiça concedeu liminar para decretar a suspensão imediata da realização do evento organizado pelo grupo Identidade LGBT de Bacabal, alusivo ao dia da Visibilidade Trans, previsto para ocorrer nesta sexta-feira, 29, às 18h, na Praça 17 de abril.

O titular do Juizado Especial Cível e Criminal de Bacabal determinou que o Município de Bacabal adote as medidas necessárias para a proibição do ato, fixando ainda que sua realização, em outra data, enquanto durar a pandemia, dependerá de expressa autorização judicial.

Em caso de descumprimento da ordem, o Município de Bacabal e o grupo Identidade LGBT serão punidos com multa no valor de R$ 50 mil, para cada um.

Para a promotora de justiça Sandra Soares de Pontes, autora da Ação Civil Pública, a realização do evento poderá gerar danos irreversíveis à saúde pública, diante da crise mundial ocasionada pelo coronavírus, além de descumprir o Decreto Estadual nº 36.203, de 30 de setembro de 2020.

“Evento de tamanha proporção tem grande probabilidade de desrespeito às regras de distanciamento social e das medidas sanitárias, notadamente pela ampla divulgação nas redes sociais, o que, inclusive, atrairá participantes de municípios vizinhos”, ponderou a representante do Ministério Público.

A promotora de justiça acredita, ainda, que o Município de Bacabal autorizou a realização do evento, mesmo ciente da Recomendação expedida pelo procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau, aos prefeitos, às Secretarias Municipais de Saúde, às demais Secretarias, à Polícia Militar e a Polícia Civil. O documento, que também previa a negativa de licenças e autorizações para festividades, foi destinado igualmente aos responsáveis por eventos nos municípios maranhenses.

A decisão foi assinada pelo juiz Marcelo Silva Moreira, titular do Juizado Especial Cível e Criminal de Bacabal.

Profissionais do setor de eventos fazem manifestação e pedem retomada de atividades em Pinheiro – MA

Profissionais do setor de eventos fizeram uma manifestação nesta sexta-feira (29) pedindo o retorno das atividades em Pinheiro.

O setor ficou parado por 10 meses. E, como vários outros segmentos já foram liberados, o setor de eventos voltou a sua rotina depois da flexibilidade, mas não deu tempo de normalizar.

Na última quinta-feira (28), com a publicação do decreto n°008/2021 aonde estão proibidos eventos carnavalesco, público ou privado, em praças, bosques, ruas, avenidas, logradouros e locais privados, eles resolveram se reunir para cobrar do poder público uma flexibilização na área de festas e eventos.

A manifestação, com diversos representantes do setor, teve início às 16h00 na Praça as margens do Rio Pericumã, em frente a TDB Eventos, ficou acordado que a classe munidos com documentos vão até o Ministério Público e Prefeitura Municipal de Pinheiro com a finalidade de rever o decreto, este ato deve acontecer na próxima terça-feira (02).

“Queremos apenas trabalhar e sustentar nossa família, não estamos pedindo nada de graça. Não podemos levar essa culpa sozinho, outros segmentos estão funcionando normalmente e apenas nossa classe vem sendo prejudicada”, disse um dos envolvido na manifestação.

Saiba quais municípios já cancelaram oficialmente festas de Carnaval em 2021 no MA

Prefeituras de 15 cidades do Maranhão confirmaram o cancelamento das prévias e das festas carnavalescas, segundo informações da Federação dos Município do Estado do Maranhão (Famem). Os municípios seguem deliberação do governo estadual e do Ministério Público.

O procurador geral de justiça, Eduardo Nicolau, recomendou a todos os municípios maranhenses a observação imediata de normas e condutas para evitar a proliferação da Covid-19 durante o período do Carnaval.

Dentre as cidades que cancelaram as festividades de Carnaval estão: Santa Helena, Governador Nunes Freire, Presidente Dutra, São Domingos do Azeitão, Alto Parnaíba, Pio XII, Santo Amaro, Brejo, Parnarama, Timon, Lago do Junco, Vitória do Mearim, Pinheiro, São Vicente Ferrer e Chapadinha.

Um dos tradicionais carnavais da Baixada Maranhense, que ocorre em Pinheiro, e atrai milhares de foliões, inclusive moradores da capital não vai acontecer neste ano. O prefeito da cidade , Luciano Genésio, declarou que devido à pandemia do novo coronavírus a festa carnavalesca foi adiada para junho. Segundo a prefeitura, neste mês vai ocorrer o “Carnajoão”, uma junção dos eventos do Carnaval e São João.

Além de Pinheiro, segundo a Famem, já cancelaram o Carnaval, por meio de decreto, os municípios de Santa Helena, Governador Nunes Freire, Presidente Dutra, São Domingos do Azeitão, Alto Parnaíba, Brejo, Pio XII e Santo Amaro. As demais também endossaram a recomendação do MPMA.

Gestor da AGERP, Rodrigo Belloti entrega mais de 1.440 unidades de recibos do Cadastro Ambiental Rural (CAR), nos municípios de Cururupu e Porto Rico

Nesta última quarta-feira (27), o Gestor da AGERP da unidade regional de Pinheiro, Rodrigo Belloti juntamente com o Governo do Estado do Maranhão, promoveram a entrega de recibos do Cadastro Ambiental Rural (CAR), para famílias dos municípios de Cururupu e Porto Rico do Maranhão.

As entregas dos recibos foi disponibilizado por meio do Sistema de Apoio à Agricultura Familiar do Estado (Agerp, Iterma, SAF) e contarão com a presença do presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, agricultores familiares e autoridades dos municípios.

Na cidade de Cururupu o evento ocorreu pela manhã com a entrega de mais de 641 Car beneficiando assim várias famílias do município. Como e o caso de Dona Maria José, que vê essa iniciativa do governo e do deputado Leonardo como um grande avanço na cidade ” agora vamos ter mais condições de obter créditos agrícolas para nossa cidade, antes era muito difícil agora vai ser mais fácil” disse a agricultora.Em Porto Rico do Maranhão, as atividade foram a tarde, na Escola Antomar Diniz Magalhães, beneficiando mais 799 famílias que receberão o CAR, totalizando 1.440 recibos entregues.

A inscrição no CAR é o primeiro passo para obtenção da regularidade ambiental dos imóveis da população rural, a entrega desses documentos no dia de hoje é um grande passo para regularizar essas propriedades além de dar acesso ao Programa de Apoio e Incentivo à Conservação do Meio Ambiente e aos Programas de Regularização Ambiental – PRA podendo assim
Obter linhas de crédito agrícola, em todas as suas modalidades, com taxas de juros menores, bem como limites e prazos maiores que o praticado no mercado. Ajudando essa população que e tão carente de ações como essas. Relatou o Deputado Leonardo S

Saiba +:

o Cadastro Ambiental Rural – CAR é um registro público eletrônico de âmbito nacional, obrigatório para todos os imóveis rurais, com a finalidade de integrar as informações ambientais das propriedades e posses rurais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente – APP, das áreas de Reserva Legal, das florestas e dos remanescentes de vegetação nativa, das Áreas de Uso Restrito e das áreas consolidadas, compondo base de dados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento.

FECHADO: Setor de eventos sofre consequências da pandemia em Pinheiro – MA

Um dos setores mais prejudicados, sem dúvida, foi o de produção de eventos, atingido diretamente pelas medidas de restrição que proíbem a realização de reuniões, festas, e outros eventos públicos. Dados levantados pelo Sebrae e pela Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC), apontam que cerca de 95,4% do setor é composto por MEI, microempresas e empresas de pequeno porte, somando mais de 297 mil empresas.

Diante desse cenário, os produtores de eventos revelam preocupação. “O momento é de colaboração entre todos. Estamos esperando para ver como ficarão as coisas”, comentou um produtor de eventos.

Ele conta que ainda não conseguiu imaginar um plano alternativo para o negócio, diante do cenário. “Sabemos o quão necessárias são as medidas de isolamento, mas não sabemos como sobreviveremos a tudo isso por tanto tempo novamente. Os reflexos da crise acontecem em cadeia, pois cada empresa de eventos envolve uma grande rede de outros negócios, como montadoras, serviços de garçons, recepcionistas, segurança, alimentação, de mídia”, completou o empresario.

Não podemos levar a culpa sozinho, no período da eleição grandes arrastões foram realizados e ninguém fez nada.

Em Pinheiro está proibido qualquer festa até o dia 23 de fevereiro, após reunião com o Ministério Público ficou decidido suspender eventos na principal cidade da Baixada Maranhense.

Governo recua e mantém eventos de até 150 pessoas permitidos no Maranhão

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, acaba de anunciar nas redes sociais que o Governo do Estado decidiu recuar da decisão de proibir eventos com até 150 pessoas no Maranhão pelospróximos 14 dias.

A medida entraria em vigor a partir de amanhã (26), mas agora está postergada até nova deliberação, que ocorrerá após reunião com representantes do segmento e com o Ministério Público.

“Diante das manifestações do segmento de eventos, resolvemos, por ora, não adotar a medida de suspensão de pequenos eventos que se iniciaria amanhã, 26/01/21. Dialogaremos com os envolvidos e o Ministério Público ao longo da semana para deliberar sobre o assunto”, disse o titular da SES, no Twitter.

Governo do Maranhão proíbe casamentos, festas de aniversário, batizados e qualquer aglomeração pelos próximos 14 dias

O secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, anunciou nesta segunda-feira (25), que estão proibidas no Maranhão celebrações de casamentos, aniversários, batizados ou qualquer outro evento que promova aglomeração seja no âmbito público ou privado, durante os próximos 14 dias.

A decisão de proibir a realização de eventos é do Governo do Maranhão, mas atinge a todos os maranhenses, independente de decisões individuais de prefeitos.

Os bares e restaurantes vão poder continuar funcionando normalmente, assim como o comércio. Porém novas medidas restritivas não estão descartadas.

O governo está abrindo novos leitos de UTI para tratamento da covid-19, dentre eles no Hospital Carlos Macieira, no novo Hospital do Servidor, no Hospital Aquiles Lisboa e na cidade de Imperatriz.

Cirurgias eletivas e consultas ambulatoriais estão suspensas por 14 dias.

Creche-Escola Sementinha realiza reunião com pais de alunos da pré-escola

A equipe da Creche-Escola Sementinha, vinculada ao Grupo de Esposas de Deputados do Maranhão (Gedema), realizou, na manhã desta quinta-feira (21), no auditório da instituição, a primeira reunião com pais de alunos da Pré-Escola I e II, sobre o ano letivo de 2021.

O objetivo era apresentar a proposta pedagógica de trabalho e a estrutura de funcionamento da creche para o chamado ensino híbrido  presencial + on-line), assim como a equipe de profissionais de educação que trabalhará com os alunos. As aulas da Educação Infantil dos ciclos Pré-Escola I e II e Fundamental terão início na segunda-feira (25) e as do Materno I e II, em 1o de fevereiro.

A diretora da Sementinha, Cynthia Vieira, disse que a reunião foi produtiva, esclarecedora e pontual. ” Nós buscamos trazer os pais para essa nova realidade, o novo normal, levando em consideração que os alunos inseridos na pré-escola I não passaram pelo retorno presencial durante a pandemia, porque não retornamos com o Maternal  no ano passado”, disse.

E complementou: “Conversamos sobre a forma como a escola está se estruturando e se organizando para melhor atendê-los. Apresentamos a nossa equipe que atuará em 2021, pois é fundamental que os pais conheçam os profissionais que estarão com seus filhos e o projeto Moderna Compartilha, inserido a partir da Editora Moderna, em parceria com a nossa escola, que já existia com o Fundamental e trouxemos para a Educação Infantil, pois é uma proposta de educação digital que fortalece as ferramentas que a escola organiza para oferecer este ano em termos de ensino híbrido”.

Moderna Compartilha

A pedagoga Patrícia Amorim, supervisora comercial da Editora Moderna, destacou a importância da parceria com a Sementinha. “A Creche-Escola Sementinha sempre foi muito criteriosa no que tange ao trabalho pedagógico. A nossa parceria vem para agregar ao que já é realizado com excelência por essa escola. Diante da pandemia que vivemos, na qual o trabalho virtual e o ensino híbrido se tornaram latentes, a Moderna Compartilha traz uma plataforma, além do material físico, com todo o rigor acadêmico e editorial, que vem se somar ao que já é praticado com louvor pela creche”.

Avaliação

A coordenadora pedagógica da Creche-Escola Sementinha, Bruna Borba, avaliou a reunião como promissora, na qual foi apresentada a proposta pedagógica considerada inovadora para o momento pandêmico atual, a ser implementada em 2021.

“Tivemos que fazer alguns ajustes, tanto na parte pedagógica quanto na parte estrutural. por sabermos que ainda não podemos ter os alunos na sua totalidade. Organizamos isso da melhor forma, fazendo com que essa divisão de grupos obedeça uma logística que ajude os pais nessa demanda, principalmente aqueles que têm mais de um filho. Vivemos um momento que requer a compreensão de todos e queremos continuar a oferecer um ensino de excelência”, ressaltou.

Keliane Pereira, mãe do aluno Lorenzo Pereira França, 4 anos, da Pré-Escola I, disse que a reunião foi muito importante, satisfatória e esclarecedora. “A escola demonstrou que está apta a receber essas crianças de forma adaptada. Conhecemos o corpo docente e conseguimos sentir esse acolhimento da escola. Espero que seja um ano bem prazeroso para essas crianças. Esse momento de ensino híbrido, uma semana na escola e outra de aula on-line, é desafiador tanto para a escola como para a família, pois todos vão ter que se adaptar a essa nova realidade. Saio daqui muito esperançosa”, salientou.

“Como pai, estou acreditando que esse ano será ainda melhor do que foi o ano passado, mesmo diante da pandemia que vivemos. Estou convencido de que meu filho estará em boas mãos na equipe da Creche-Escola Sementinha e que seremos capazes, família e escola, de vencer o desafio de nos adaptarmos à realidade do ensino híbrido. A chegada da vacina já ajuda muito a vencermos o medo”, afirmou Eduardo Silva, servidor do Núcleo de Clipagem, da Diretoria de Comunicação, pai do aluno da Pré-Escola II, Leonardo Marques Silva, de 4 anos.

Profissionais do Hospital Regional Dr. Jackson Lago recebem treinamento de prevenção de incêndios

Ação integra prevenção e melhoria da segurança e saúde; outras unidades gerenciadas pelo Instituto Acqua recebem treinamento nesta semana

Mais de 90 profissionais do Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, em Pinheiro (MA), participaram, na segunda-feira (11/01), de treinamento da brigada de incêndio. A unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

A iniciativa, promovida pela equipe do Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), abordou tópicos sobre tipos de incêndio, formas de prevenção e métodos de extinção, agentes extintores, equipamento de combate a incêndio, abandono de área e primeiros socorros. O sargento Kleyton Noronha Ferrer, do Corpo de Bombeiros do Maranhão, foi responsável por orientar os participantes.

As unidades de saúde são equipadas com rotas de fuga, extintores de incêndio, hidrantes e saídas de emergência devidamente sinalizadas. Na quarta-feira (13/01) o treinamento será realizado no Hospital Macrorregional Tomás Martins, em Santa Inês, e, na sexta-feira (15/01), na Maternidade Humberto Coutinho, em Colinas.