Comigo é dito e feito! Luciano Genésio e Thaíza Hortegal enganam lideranças políticas da BR, Baixada e Litoral Maranhense.

Luciano Genésio e Thaiza Hortegal.

Em recente entrevista a uma TV local na cidade de Pinheiro, o prefeito da cidade Luciano Genésio, afirmou que fará de tudo para eleger a sua esposa, Dra. Thayza Hortegal a deputada estadual.

O prefeito e primeira Dama da maior cidade da Baixada Maranhense, percorrem diversas regiões do estado na cooptação de lideranças políticas. Para isso, prometem “mudos e fundo” e deixam os pretensos apoiadores de “fundos e mundos”.

Na tarde desta segunda-feira (25) o titular do blog foi procurado por um líder político de uma cidade do Litoral Maranhense que disse ter sido caloteado pelo casal. Segundo o militante político do (PSDB) do litoral, o prefeito e a Primeira Dama, teriam pedido um orçamento ao mesmo que fixou as despesas em R$ 75,000 (setenta e cinco mil reais), parcelado em 04 (quatro) depósitos. Um oficio, foi assinado pela pré-candidata, Thaysa Hortegal, e pelo militante político.

No entanto, o primeiro repasse que seria no dia 15 de Junho, não aconteceu. O mesmo constrangimento passou dois vereadores de uma cidade da BR. Um do (PSDC) e outro do (REDE), o prefeito a primeira Dama teriam oferecido R$ 100,000(cem mil reais) para cada um.

Segundo relato dos mesmo, o prefeito deu a eles o contato de uma pessoa que atende pelo nome de “Gilmara” e trabalha no gabinete do chefe do executivo. Tanto o militante do (PSDB) do litoral, quanto os vereadores da BR, estivem hoje em Pinheiro a procura do prefeito Luciano Genésio, e não foram recebidos pelo mesmo e nem atendidos pela pessoa indicada.

Outro vice-prefeito (PTC)  de uma cidade da Baixada Maranhense, também recebeu uma proposta tentadora do casal que comanda a cidade de Pinheiro, mas com receio que o prefeito de Pinheiro, e  a Primeira Dama do município não cumprissem o prometido exorbitante, o mesmo deixou a proposta em Stand By.

O prefeito de Pinheiro, pode está usando a maquina pública para fazer campanha para esposa. O caso será levado ao Ministério Público.

Publicado Por Vandoval Rodrigues.

Deixe uma resposta