Os Vereadores de Oposição, Guto, Beto de Ribão e Valter Soares requereram o retorno das atividades legislativas em Pinheiro.

A Câmara Municipal de Pinheiro está a quase dois meses com suas portas fechadas, e com todos os seus trabalhos suspensos.

Desde que surgiram os primeiros casos de Covid-19 em Pinheiro, o presidente da Câmara, Elizeu de Tantam, em um ato unilateral, resolveu por conta própria , através de decreto legislativo, interromper os trabalhos da Casa.

Diversas Câmaras por todo Brasil, inclusive o Senado Federal, a Assembleia Legislativa e a Câmara dos Deputados continuam com seus trabalhos, de forma remota, on-line.

Os vereadores de oposição, Guto, Beto de Ribão e Valter Soares foram até a Câmara, no horário regimental das sessões, para cobrar do presidente da Casa que reabra os trabalhos, de forma remota.

Coincidência ou não, a suspensão dos trabalhos da Câmara vieram a calhar ao prefeito Luciano Genésio, dada a atual situação em que o município se encontra, onde a cada dia surgem casos novos que carecem da atenção dos representantes do povo, a exemplo das frequentes denúncias nas redes sociais por falta de materiais ou de atendimento no Hospital Antenor Abreu.

O presidente Elizeu se comprometeu com a reabertura dos trabalhos a partir da próxima semana! A população de Pinheiro clama por ações de seus legítimos representantes.

Por Daniel Santos