Lucas do Beiradão é um dos vereadores que aumentou sua conta de energia elétrica.

A Câmara de Vereadores de Pinheiro aprovou ainda no ano de 2018, durante sessão ordinária, projeto de lei de autoria do Poder Executivo um aumento de até 300% na taxa de iluminação pública e que resultou no aumento da conta de energia da população pinheirense.

O projeto tramitou misteriosamente em completo silencio pela casa, com suspeita de vícios, e nenhum vereador que votou a favor sequer recebeu uma cópia do projeto.

Na Comissão de Constituição e Justiça, segundo apurou o blog Passando a Limpo, não houve publicação de edital convocando para a pauta, pelo menos um vereador da oposição Riba Do Bom Viver (PDT), afirma que não foi notificado da reunião.

Conversamos com políticos do município que denunciaram que infelizmente, na Câmara de Vereadores, presidida pelo vereador Elizeu de Tantan (PP), aliado de primeira hora do prefeito Luciano Genésio (PP), tudo é possível, inclusive votação de vereadores sem saber em que estão votando, além da suspeita de “fabricação” de parecer na Comissão de Constituição e Justiça, tudo para agradar o prefeito.

Ao pedirmos uma cópia do projeto de Lei que foi aprovado um aumento abusivo na conta de energia em Pinheiro, nunca obtivemos resultado satisfatório.

Hoje a população paga por um aumento absurdo, um projeto sem explicação e sem nenhuma transparência pela casa do Povo. Dezenas de pinheirenses insatisfeito e indignado com a situação prometem da o troco nas eleições do próximo ano.

O Blog Passando a Limpo vai fazer uma serie de publicações para que a população não esqueça de nenhum dos vereadores que votaram por esse aumento e contra a população de Pinheiro.

Um dos vereadores que votaram contra a população foi Lucas do Beiradão o mesmo que foi condenado pela justiça por causa do incêndio e depredação do patrimônio publico ( Matadouro ), ele foi condenado a pagar algumas cestas básicas, de acordo com informações extra-oficias, Lucas tem responsabilidade direta no fechamento do restaurante popular.

 

Os dez vereadores que proporcionaram esse presente a cada um dos pinheirense foram; Sandro Lima (PCdoB), Edinildo (PCdoB), Capadinho (PMDB), Rubemar (PMDB), Lucas do Beiradão (PSDB), João Moraes (PSB), Albininho (PCdoB), Paulinho Enfermeiro (PMN) e Alexandro de Pacas (PP).

Sandro Lima é um dos vereadores que aumentou a sua conta de energia elétrica.

A Câmara de Vereadores de Pinheiro aprovou ainda no ano de 2018, durante sessão ordinária, projeto de lei de autoria do Poder Executivo um aumento de até 300% na taxa de iluminação pública e que resultou no aumento da conta de energia da população pinheirense.

O projeto tramitou misteriosamente em completo silencio pela casa, com suspeita de vícios, e nenhum vereador que votou a favor sequer recebeu uma cópia do projeto.

Na Comissão de Constituição e Justiça, segundo apurou o blog Passando a Limpo, não houve publicação de edital convocando para a pauta, pelo menos um vereador da oposição Riba Do Bom Viver (PDT), afirma que não foi notificado da reunião.

Conversamos com políticos do município que denunciaram que infelizmente, na Câmara de Vereadores, presidida pelo vereador Elizeu de Tantan (PP), aliado de primeira hora do prefeito Luciano Genésio (PP), tudo é possível, inclusive votação de vereadores sem saber em que estão votando, além da suspeita de “fabricação” de parecer na Comissão de Constituição e Justiça, tudo para agradar o prefeito.

Ao pedirmos uma cópia do projeto de Lei que foi aprovado um aumento abusivo na conta de energia em Pinheiro, nunca obtivemos resultado satisfatório.

Hoje a população paga por um aumento absurdo, um projeto sem explicação e sem nenhuma transparência pela casa do Povo. Dezenas de pinheirenses insatisfeito e indignado com a situação prometem da o troco nas eleições do próximo ano.

O Blog Passando a Limpo vai fazer uma serie de publicações para que a população não esqueça de nenhum dos vereadores que votaram por esse aumento e contra a população de Pinheiro.

Um dos vereadores que votaram contra a população foi Sandro Lima um vereador que vem da classe educadora e que, agora, depois de eleito, ajuda a prefeitura a massacrar cada professor com esse aumento imoral, assim são as ações desse Vereador que alcançam a sua classe de origem, não podemos esquecer do precatório que ele nunca teve a coragem de defender os seus colegas de profissão, mas isso é assunto para outra matéria.

Os dez vereadores que proporcionaram esse presente a cada um dos pinheirense foram; Sandro Lima (PCdoB), Edinildo (PCdoB), Capadinho (PMDB), Rubemar (PMDB), Lucas do Beiradão (PSDB), João Moraes (PSB), Albininho (PCdoB), Paulinho Enfermeiro (PMN) e Alexandro de Pacas (PP).

Uma farsa chamado Sandro Lima.

O vereador de Pinheiro Maranhão Sandro Lima(PCdoB), a cada dia vem mostrando quem ele é realmente. Traidor e sem palavra o vereador está fazendo um papel de prostituta, leva quem paga mais.

Sem entrar no mérito familiar, pois ele é mau com boa parte do seus parentes, Sandro Lima entrou na politica na época pelo grupo do ex prefeito Filuca Mendes, esse foi o primeiro a ser traído, logo em seguida se debandou para o lado do ex prefeito Zé Arlindo, traído também.

Em 2012 tentou pela primeira vez uma vaga na câmara e não obteve êxito, no entanto manteve um ritmo de traições, aproximou-se do candidato a prefeito de pinheiro nas eleições de 2016, Dr Leonardo Sá e consequentemente ao Deputado Estadual Othelino Neto, os dois ajudaram em tudo para fazer um professor, vereador. Sandro Lima foi diretor da maior escola de pinheiro  Dom Urgarelli, foi agraciado com asfalto do governo do estado em ruas no seu bairro. Que depois disso nunca mais soube o que é qualquer benefício oriundo do mandato desse vereador, além do lado financeiro e mesmo assim traiu quem tanto o ajudou..

Após as eleições de 2016, Leonardo Sá manteve o vereador por meses, o mesmo é pré-candidato a deputado estadual deste ano 2018, mesmo assim não conseguiu se livrar da traição. Kelson Vinicius que tem um sonho de representar a cidade de pinheiro, era pre-candidato a vereador, abdicou do seu sonho para apoiar o vereador, conseguindo assim ajudá-lo com alguns votos de amigos e familiares e o que aconteceu? Traição.

Recentemente o Vereador fez mais uma vitima o Pré-candidato a deputado federal Edilazio Junior, esse foi traído, pois o vereador vai apoiar o Pré-candidato Marcio Jerry.

E por ultimo o vereador declarou apoio a Pré-candidata da Dra Thaiza Hortegal, uma negociação que dizem por ai, envolveu uma casa e 50 mil reais, também a manutenção dos inúmeros cargos com os quais o vereador agracia seus amigos e familiares, além claro do aluguel de uma Hilux e etc. Diante desse suposto pedido absurdo, gerou intrigas entre membros e vereadores do grupo do prefeito Luciano Genésio,

Na sua imensa lista de traição, não podemos esquecer do povo que o elegeu, além claro dos professores, Sandro Lima que é professor e presidente da comissão de educação da câmara, nunca levantou a voz em defesa dos educadores. Se escondendo até mesmo do tão comentado precatório que nunca foi pago aos professores.

Lembrando que cada foto é um acordo, cada acordo uma conversa e cada conversa uma negociação.

Vamos esperar os próximos capítulos da maior farsa da politica de pinheiro, Sandro Lima.