Padrasto tenta matar com uma faca enteado de 13 anos em Viana-Ma.

Na ultima sexta-feira (17), às 21h00, a polícia militar prendeu Antônio Gonçalo Pinto Costa, 38 anos, nas proximidades da Ponte do Igarapé do Engenho, Viana-MA.

Durante ronda, a guarnição de serviço da Força Tática recebeu a informação que havia dado entrada no Hospital Regional Dr. José Murad, localizado na cidade de Viana, a vítima L. E. dos S. M, 13 anos, residente à Rua América do Sul, Bairro, Enseada de Belo. Após sofrer uma tentativa de homicídio praticada pelo seu padrasto, onde o mesmo desferiu um golpe de faca atingindo o rosto da criança (na orelha esquerda).

A guarnição deslocou-se até o hospital, onde a guarnição colheu mais informações em relação ao agressor, que diante das informações a guarnição iniciou as buscas na tentativa de capturá-lo, após algumas buscas a guarnição avistou um elemento suspeito na MA-014 próximo a ponte do Igarapé do Engenho, o mesmo foi abordado e após revista pessoal foi encontrado na cintura a faca utilizada no crime, ele foi conduzido a princípio ao hospital, para que as vítimas pudessem fazer o reconhecimento do suspeito.

Ao chegar no hospital a senhora Janaína de Cássia dos Santos, residente à Rua América do Sul, Bairro: Enseada de Belo (mãe da primeira vitima), reconheceu o suspeito e ainda relatou que também havia sofrido agressões físicas na mesma ocasião do fato da primeira vítima.

O menor foi encaminhado para São Luís em estado grave.

O acusado foi conduzido e apresentado sem lesões corporais na 6° Delegacia Regional de Viana para procedimentos legais.

Suspeito de tráfico de drogas é preso em Cajari-MA.

Na ultima sexta-feira (17), às 17h15, a polícia prendeu Raimundo Rafael mendes Castro vulgo ” Bota Fogo ” em Cajari Maranhão.

Por volta da hora e data acima citada em uma ronda de rotina foi avistado um indivíduo em atitude suspeita momento esse que o mesmo dispensou dois papelotes da substância semelhantes a maconha, ato contínuo a guarnição encontrou a droga que o acusado dispensou e após uma busca minuciosa nas proximidades foi encontrada mais.

Com ele foi encontrado, 27 papelotes de uma substancia semelhante a maconha, 141 cabeças da substancia semelhantes ao crack e 01 pedra maior da substancia semelhantes ao crack.

O mesmo foi conduzido e apresentado na DP ( Delegacia de Polícia) local sem lesão corporal para as devidas providências.

O conduzido é bastante conhecido da polícia e já havia várias denúncias que estava havendo comercialização de Drogas por parte do mesmo nesse local.

 

CAJARI – MPMA realiza inspeção e constata irregularidades na merenda escolar de escolas municipais.

Com base em uma série de vistorias que vêm sendo realizadas desde abril, a 2ª Promotoria de Justiça de Viana, da qual o município de Cajari é Termo Judiciário, realizou, em 7 de junho, inspeções em duas escolas municipais para verificar os estoques e condições da merenda escolar. Os trabalhos são coordenados pelo promotor de justiça Gustavo de Oliveira Bueno.

Foram vistoriadas as escolas Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Tamancão, e Cirene Abreu Serra, no Centro, ambas em Cajari.

Na primeira escola, que atende 302 alunos, o estoque de merenda era suficiente para o período de quatro semanas. Foram encontrados gêneros alimentícios não perecíveis ou industrializados, entre eles feijão, macarrão, biscoitos, pacotes de mistura para preparo de risoto de frango e de carne, mingau de tapioca, suco de caju concentrado. Porém, não foram encontrados alimentos “in natura”, como frango e carne.

Alimentos como carne e frango não foram encontrados.

Em seguida, a Escola Municipal Cirene Abreu Serra, que atende 380 alunos, foi inspecionada. O Ministério Público constatou o abastecimento somente com alimentos não perecíveis ou industrializados, a exemplo de arroz, pacotes de biscoito, suco de caju concentrado, leite em pó, óleo de cozinha, macarrão, sardinha, mistura para preparo de risoto de frango e de carne, mingau de tapioca e achocolatado.

A unidade escolar dispõe de um freezer mas não havia alimentos como frango, carne ou polpa de fruta. Segundo a diretora da escola, Rosilda Rocha, estes produtos não foram entregues em junho mas foram entregues no mês anterior.

Segundo o relatório de inspeção do Ministério Público, o estoque de gêneros alimentícios nas duas escolas está na quantidade adequada, porém é notória a ausência de alimentos ‘in natura’ como carne, frango e outros alimentos naturais a exemplo de polpa de frutas.

De acordo com o promotor de justiça Gustavo Bueno, os alimentos encontrados nas escolas são, em sua quase totalidade, constituídos de industrializados, os quais têm percentuais reduzidos de nutrientes, prejudicando, dessa forma, a saúde dos alunos que os consomem diariamente.

Como medida, a Promotoria de Justiça instaurou Inquérito Civil para apurar as irregularidades e notificar o Poder Executivo municipal. Para regularizar a situação, são necessárias providências por parte da Prefeitura de Cajari a fim de incluir no cardápio escolar alimentos “in natura”. Nesse sentido, é fundamental que o Município adquira a produção de agricultores locais, pois além de contribuir para uma alimentação saudável, será fonte de renda para os agricultores da cidade.

Redação: Johelton Gomes (CCOM-MPMA)