União Brasileira de Divulgação coroou Luciano Genésio e um Jumento como “Prefeitos nota 10 do Brasil”

Um jumento como um dos cem melhores prefeitos do Brasil? Para ser eleito, precioso não baixou decreto nem cortou pastos; ele só teve que pagar a uma das empresas que vendem diplomas de melhor gestor para prefeitos, vereadores e secretários municipais.

O comércio de diplomas de mérito para vereadores, prefeitos e secretários municipais será investigado pelo Ministério Público (MP) do Rio Grande do Sul após o Fantástico, da TV Globo, denunciar neste domingo (5) que políticos usam recursos públicos, por meio de diárias, para receber premiações. Para demonstrar a falta de critérios na concessão desse tipo de reconhecimento, a reportagem incluiu um jumento entre os “prefeitos nota 10 do Brasil”.

As empresas alegam realizar consulta telefônica ou analisar indicadores sociais municipais antes de selecionar os agraciados. Só que essas avaliações, muitas vezes, não ocorrem. Em seguida, políticos são procurados pelos institutos, que oferecem a condecoração em troca de valores. Alguns não aceitam participar.

O prefeito de Pinheiro-MA, Luciano Genésio, foi classificado entre os 100 melhores gestores do Brasil. Os dados são da União Brasileira de Divulgação (U.B.D).

Luciano Genésio foi convidado para receber uma premiação destinada aos melhores prefeitos do país, que são avaliados e classificados numa pesquisa nacional de utilidade pública.

A pesquisa avalia as principais áreas: Infraestrutura, Transparência Pública e Qualidade de Vida no município, nos primeiros 210 dias de gestão.

No ranking dos gestores, Luciano Genésio ocupa a 40ª (quadragésima) posição entre os 100 prefeitos classificados.

O curioso que a  empresa que deu o premio ao um jumento é a mesma que premiou Luciano Genésio.

Com a palavra o Ministério Publico.

Deixe uma resposta