Criança de 6 anos com doença rara é enganado pelo secretario de saúde do Maranhão Carlos Lula.

O pequeno JOÃO PEDRO RIBEIRO VELOSO, de 6 anos, diagnosticado com Malformação Vascular Cefálico em um hospital de São Paulo (SP), tem uma longa jornada para obter a cura. O tratamento para essa doença não está disponível na rede pública estadual do Maranhão, o local mais adequado para o tratamento é em São Paulo, por esse motivo ele busca ser beneficiado pelo Tratamento Fora do Domicílio Interestadual (TFD), que, em São Luís, funciona no Hospital Pam Diamante, mas até o momento não obteve resposta favorável.

Já houveram tentativas de tratamento dentro do estado do Maranhão, mas, infelizmente sem exito, não restando alternativas, o Hospital Aldenora Bello e UPC ambos da capital do estado encaminharam o paciente para um Tratamento único feito pela equipe medica da Dra Heloisa Galvão que é a Diretora do Departamento de Cirurgia Reparadora do Hospital A. C. Camargo – Fundação Antonio Prudente, em São Paulo. Esse é o único hospital que possui o tratamento capaz de curar o João Pedro.
A resposta dada ao pedido de Tratamento Fora do Domicílio, foi que o beneficio só pode custear o tratamento pelo Sistema Único de Saúde -SUS, mas, por sua vez o SUS não cobre esse tipo de tratamento.

Na ultima sexta-feira(22), saiu uma decisão da justiça favorecendo o estado do maranhão, o jurídico da secretaria alegou que existe sim tratamento disponível no Aldenora Bello, sendo que existe anexado no processo um laudo medico comprovando que no hospital citado não existe o tratamento adequado.

Então restou a essa família contar com a solidariedade de todos, uma campanha na internet foi iniciada e as doações estão tornando o que era apenas uma esperança possível. Graças as doações o João Pedro pôde dar início ao tratamento, ainda há uma longa jornada pela frente, mas todos estão esperançosos.

Durante todo esse tempo o pai do João, o senhor Kelson Vinicius, busca por via judicial a possibilidade do Estado do Maranhão arca com todo tratamento, visto que o mesmo não é disponível no estado, o pai participou de uma reunião com o próprio secretario de saúde no qual ficou sensibilizado com a situação e prometeu que não iria medir esforços para realização desse tratamento, mas tudo não passou de enganação já que esse encontro foi no período de eleição, após as eleições o secretario dificultou o máximo e não cumpriu com sua promessa. Veja que Carlos Lula utilizando as redes sociais é muito claro quando ele mesmo diz que o tratamento não tem no Estado do Maranhão.  

Ministério Público discutirá situação de barragem no Rio Pericumã de Pinheiro-MA

O Ministério Público do Maranhão, por meio da 1ª e 2ª Promotorias de Justiça de Pinheiro, instaurou um inquérito civil para acompanhar a situação da barragem existente no Rio Pericumã. O objetivo é apurar os danos socioambientais e as responsabilidades pelos problemas recentes na barragem, que causaram alagamentos na zona urbana do município.

Uma das primeiras medidas tomadas pelos promotores de justiça Frederico Bianchini Joviano dos Santos e Laura Amélia Barbosa, foi o agendamento de uma reunião para a próxima quinta-feira, 21, na qual será discutido o tema. Foram convidados o prefeito de Pinheiro, os secretários municipal e estadual de Meio Ambiente, a secretária municipal de Assistência Social, a Defesa Civil Estadual e representantes dos atingidos pelos problemas na barragem.

Os membros do Ministério Público também requisitaram que a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) apresente cópias dos últimos relatórios de fiscalização da barragem do Rio Pericumã no prazo de 10 dias. A Sema também deverá informar sobre o cumprimento da Portaria n° 132/2017 da própria secretaria.

A portaria da Sema tem por base a Política Nacional de Segurança de Barragens e estabelece a periodicidade das fiscalizações, a qualificação dos responsáveis técnicos e o nível de detalhamento do Plano de Segurança de Barragem, das Inspeções de Segurança Regular e Especial, da Revisão Periódica de Segurança de Barragem e do Plano de Ação de Emergência.

À Sema e ao Município de Pinheiro foram solicitadas informações sobre as medidas emergenciais tomadas, em especial no que diz respeito ao amparo às famílias atingidas.

Ex-prefeita ostentação’ sofre nova condenação por fraude em licitação em Bom Jardim

A pedido do Ministério Público do Maranhão, a ex-prefeita de Bom Jardim Lidiane Leite da Silva, Humberto Dantas dos Santos, Raimundo Antonio Carlos Mendes e a empresa Petlas Construções e Serviços LTDA foram condenados, em 11 de fevereiro, por ato de improbidade administrativa.

Todos foram acusados de fraudar a licitação nº 01/2013, na qual foram verificadas várias irregularidades.

O procedimento licitatório, na modalidade concorrência, era destinado à execução dos serviços de asfaltamento, colocação de sarjetas, meios-fios e sinalização horizontal e vertical.

Assinada em 22 de fevereiro de 2018, a Ação Civil Pública, que resultou na sentença, foi proposta pelo promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira.

Os envolvidos foram condenados ao ressarcimento ao erário da quantia de R$ 915.074,57, devidamente corrigida, correspondente ao valor do contrato.

Também constam como penalidades a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos; proibição de contratar com o Poder Público, assim como de receber incentivos fiscais ou de crédito pelo prazo de cinco anos; além do pagamento de multa civil equivalente a duas vezes o valor do dano.

IRREGULARIDADES

De acordo com o promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira, os envolvidos forjaram um procedimento licitatório, simulando uma competição. O certame foi marcado por diversas irregularidades, incluindo ausência de publicidade e inexistência de comprovante de empenho para atender as despesas do contrato.

Além disso, o objeto do contrato nunca foi executado, sendo fato público e notório na cidade que não foram realizados os serviços de asfaltamento e colocação de sarjetas, meios-fios e sinalização horizontal e vertical.

Outra irregularidade se refere à transferência pelo Município de Bom Jardim do valor de R$ 915.074,57 à empresa A.O. da Silva e Cia LTDA, que está sendo processada na Comarca, por supostamente ter feito desvios de recursos públicos na gestão de Lidiane Leite da Silva.

ENVOLVIDOS

Segundo a ACP, Humberto Dantas era quem indicava os participantes da Comissão de Licitação do Município, determinando as medidas a serem tomadas. Na época, ele era companheiro da então prefeita Lidiane Leite.

Já Lidiane Leite tinha conhecimento de todas as irregularidades cometidas no certame, assinando os documentos necessários para transparecer a legalidade do pregão.

Raimundo Antonio Carlos Mendes era proprietário da empresa vencedora da licitação e tinha conhecimento das ilegalidades, que desrespeitaram as regras da Lei de Licitações.

Redação: Eduardo Júlio (CCOM-MPMA)

IMPERATRIZ – Por Recomendação do MPMA, Município não autoriza carnaval fora de época

Em atendimento a uma Recomendação do Ministério Público do Maranhão, o Município de Imperatriz decidiu nesta segunda-feira, 28, não autorizar a realização do 1º Imperafolia 2019 – carnaval fora de época – programado para o período de 15 a 17 de fevereiro, na Avenida Pedro Neiva de Santana.

A Recomendação foi encaminhada no dia 18 de janeiro para a Prefeitura de Imperatriz e Secretarias Municipais de Trânsito, de Planejamento Urbano e de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, com prazo de dez dias para que as instituições se manifestassem.

O documento ministerial foi assinado pelo promotor de justiça Albert Lages Mendes, que respondia pela 3ª Promotoria de Justiça do Meio Ambiente na data da expedição. O membro do MPMA observou que, diante da magnitude do evento, haverá restrições e limitações do direito de ir e vir, assim como o de propriedade dos moradores que residem na avenida.

“Haverá prejuízos à população que utiliza a via pública, já que se trata de uma área muito trafegável que dá acesso a vários municípios circunvizinhos, além da potencialidade de causar poluição sonora no local”, ressalta Albert Lages Mendes.

Ao se manifestar, a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) entregou ao titular da 3ª Promotoria de Justiça Especializada em Meio Ambiente, Jadilson Cirqueira, a decisão sobre indeferimento da licença ambiental para o evento, com pareceres técnicos e jurídicos fundamentados.

Nota do Município

Em nota pública, a Prefeitura de Imperatriz esclarece que a negação da licença tem por base a Recomendação do Ministério Público, mas também fatores como prejuízos financeiros e morais de comerciantes e clientes da região, tendo em vista que os organizadores do evento solicitaram a interdição total ou parcial da avenida, do trecho da Babaçulândia até a rotatória da Facimp, do dia 1º ao dia 25 de fevereiro.

Segundo a nota, tal solicitação obrigaria o Município a interditar mais de 5km de extensão de trânsito entre Imperatriz e João Lisboa, incluindo bairros que reúnem mais de 40% da população da cidade. No comunicado, a administração municipal sugere que o evento, de natureza comercial, seja realizado em um local privado.

Relatório Semarh

De acordo com o levantamento feito pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o evento particular a ser realizado em via pública com cerca de 30 mil pessoas não possui os requisitos mínimos a serem observados, como a falta de estudo de impactos ambientais, a fragilidade de um plano de contingência, o local e a possível ação conjunta dos órgãos de segurança e municipais.

O relatório aponta que, caso ocorra, o evento trará danos ao paisagismo do canteiro central, onde há mais de dois anos a Prefeitura está fazendo manutenção periódica.

A Semmarh acrescenta que a empresa também não apresentou autorizações, licenças ou certificações de órgãos públicos de segurança ou municipais, tais como interdição de postos de combustíveis próximos ao evento, plano de resíduos sólidos acima de 90kg, de acordo com a Lei 1743/2018.

Redação: Iane Carolina (CCOM-MPMA)

Foto de bombeiro abraçando homem que viralizou nas redes sociais é de 2011

Machucado e sujo de lama, um homem sem camisa abraça apertado o bombeiro que o salvou. A imagem, creditada a Aislan Henrique, do próprio Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, viralizou nas redes sociais depois que a barragem da Vale rompeu em Brumadinho (MG), na sexta-feira. Ao menos 65 pessoas morreram e 279 estão desaparecidas após o rompimento, de acordo com o mesmo Corpo de Bombeiros.

Muita gente compartilhou a imagem em solidariedade às vítimas e em homenagem aos que prestam socorro na região atingida por um mar de lama.

Mas esse resgate da foto aconteceu 2011, quando um agricultor caiu em uma cisterna de 17 metros e foi salvo por um bombeiro militar de Patos de Minas.

Agricultor e bombeiro se reencontraram cinco anos depois do resgate, segundo o jornal Estado de Minas.

A imagem foi republicada no Twitter dos Bombeiros na quarta-feira, dois dias antes do desastre em Brumadinho. “Aquele abraço de gratidão que dispensa as palavras, enobrece nosso trabalho e nos faz pessoas melhores. Bombeiro Militar, o amigo certo nas horas incertas!”, dizia o post que acompanha a foto que havia sido recordada.

Ao publicar novamente a imagem, o fundo onde aparece um caminhão dos Bombeiros, pessoas e uma casa foi cortado e deixaram apenas a cena do abraço.

Por BBC

Desconto prometido por Luciano Genésio nos ingressos do jogo PAC x Moto. Alguém viu?

O jogo do campeonato maranhense realizado neste domingo (27), em Pinheiro, ta dando o que falar. Tudo por causa de uma matéria publicada pelo Blog do Wellington Sergio, o mesmo tem vinculo diretamente com o prefeito municipal, que garantiu aos pinheirense uma promoção de ingressos, o titulo da matéria é muito claro

” PREFEITO LUCIANO PATROCINA 2.000 MIL INGRESSOS COM 50% DE DESCONTO NO JOGO DE AMANHÃ ENTRE PAC × MOTO CLUBE ” 

Valor dos ingressos inicialmente foi vendido no valor de 10,00 reais, como podemos ver no próprio ingresso, nesse caso, de acordo com o patrocínio dado pelo prefeito Luciano Genésio, deveria ter sido comercializado cerca de dois mil ingressos ao preço de 5 reais, que seria o desconto prometido pelo prefeito, algo que não aconteceu.

O que de fato aconteceu foi um aumento de 100%, o valor que inicialmente era 10 reais, passou ao preço de 20 reais. Ingressos sendo comprados ao preço de 20 reais e entregues aos torcedores impressos com o valor de 10 reais.

O Estatuto do Torcedor (Lei 10.671/2003), em seus artigos art. 20 ao 25, traz-lhe uma série de direitos, dentre elas podemos destaca que:  ” O processo de venda deve assegurar a agilidade e amplo acesso à informação e deve ser fornecido ao torcedor o comprovante de pagamento do ingresso, bem como é necessário que conste no bilhete o preço pago por ele, sendo vedada diferenciação de preços para ingressos destinados ao mesmo setor ” (Lei 10.671/2003). 

Devemos ressaltar que a politica de preço de ingressos tem que ser definida pela federação e pela diretoria do clube e não por políticos ou qualquer pessoa alheia as instituições.

Será que o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio fez uma auto promoção de sua pessoa, a vinculação da imagem dele através da inclusão de nomes em uma matéria prometendo um desconto algo que tudo indica, não ocorreu. O enaltecimento pessoal de sua autoridade. Nota-se, dessa forma, que somente no caso concreto averiguado pelas autoridades será possível definir se houve ou não a prática desse ato.

Com a palavra os órgãos competentes ?

 

 

Veja o novo programa de Tv, Passando a Limpo com Kelson Vinicius.

Novo cenário do Programa.

Neste sábado (19), na Nova Difusora Pinheiro, canal 03, SBT vamos acompanhar um programa totalmente de cara nova, Passando a Limpo que é apresentado por Kelson Vinicius ás 10:00Hs é um verdadeiro sucesso nas manhãs de sábado.

Usando da sua imaginação, criatividade o apresentador decidiu renovar, trazendo para Tv Pinheirense algo que foge dos padrões locais.

Novos quadros como: Chutando o Balde, Frente a Frente e no Provador com Aline Diniz vão fazer parte da programação, tudo isso sem deixar de lado, claro, a informação, noticias com credibilidade e respeito ao nossos amigos.

Chutando o Balde será um tema ” Qualquer um que esteja na mídia ” muito discutido e comentado nas redes sociais. Kelson Vinicius levará esse assunto para as telinhas e sem protocolo fará seu comentário e promete chutar o balde com tudo.

Frente a Frente vamos contar a historia de alguns Pinheirense, muito emocionante e ao mesmo tempo bastante atrativo, são dezenas de pinheirense com historias de vida que merecem ir, pra tela de Tv.

No Provador com Aline Diniz vai bombar, com dicas de moda e criticas dos looks usados nas principais baladas de Pinheiro, vamos também indicar nomes de lojas que contam com uma variedade de opções da moda.

O programa agora contara com entrevistas e participações especias dos telespectadores através do Whatssap.

” Eu quero fazer um programa com a cara do povo de Pinheiro, são duas horas de programa, vamos aproveitar bem esse tempo. Não falta coragem e criatividade, vamos apostar nesse novo jeito de fazer televisão, os pinheirenses não aguentam mais a mesmice, é hora de renovar, e, agradar, tenho certeza que vamos fazer isso todos os sábados aqui no SBT “. Disse Kelson Vinicius

 

Pinheiro: Lúcio Genésio é condenado por agressão a Ludmila Ribeiro.

Lembram do caso da agressão cometida pelo empresário Lúcio André Genésio contra a advogada Ludmila Ribeiro??? O agressor recebeu a sua primeira condenação.

Como o Blog acompanhou todo este caso, não seria correto também deixar de informar os leitores sobre a primeira parte do seu desfecho, principalmente porque o resultado pode incentivar outras mulheres a não aceitar passivamente a violência doméstica.

Lúcio Genésio foi acusado de agredir e tentar atropelar sua ex-companheira em novembro do ano passado, em São Luís. O empresário chegou a ser preso, mas após pagar fiança foi liberado. Só que Lúcio Genésio ficou foragido mais de 100 dias, até conseguir um habeas corpus da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, no último dia 06 de abril.

Entretanto, a agressão cometida contra sua ex-companheira em São Luís, não teria sido a primeira, o fato teria sido cometido pela primeira vez ainda na cidade de Pinheiro e foi justamente por essa primeira agressão que Lúcio Genésio foi condenado, num primeiro momento, a 3 anos e 4 meses em regime aberto.

“Em razão da configuração de concurso material de crimes, as penas devem ser aplicadas cumulativamente e executadas na forma prescrita no artigo 69 do CP. Assim, a quantidade final de pena é 03 anos e 04 meses de detenção. Com base no art. 33, parágrafo 2º, alínea “c” e artigo 59, III, ambos do CP, o regime de cumprimento da pena é o aberto”, decidiu o juiz da 2ª Vara de Pinheiro, Lúcio Paulo Fernandes Sores, em 19 de novembro de 2018. (Clique aqui para baixar a decisão)

Vale destacar que ainda cabe recurso e que Lúcio Genésio ainda será julgado pelas agressões cometidas contra Ludmila Ribeiro na capital maranhense.

Agora é aguardar, conferir e torcer que situações desta natureza não se repitam mais e, principalmente, não fiquem impunes.

publicado por Jorge Aragão.

Prefeito Luciano Genésio cancela festa de aniversario da cidade e convida a população para o lançamento oficial da candidatura da Dra Thaiza Hortegal neste sábado (08).

O prefeito de Pinheiro realmente largou de mão a cidade para cuidar exclusivamente da candidatura de sua esposa Dra Thaiza Hortegal.

No final do ano de 2017, mas precisamente na virada, no tradicional réveillon, não teve nenhuma lata batida na praça Jose Sarney e se não fosse Haroldo Charles, vendedor de pizza, nem foguetes teria, pois o mesmo foi autor de abrilhantar os céu pinheirense naquela fatídica noite com alguns fogos.

Desta vez, depois de propagar nas redes sociais do mega show com banda de nível nacional ( Xand Aviões ), no dia 03 de setembro, dia do aniversario da querida Pinheiro, a população sem saber se haveria algum show, não compareceu. Um show com banda local e sem divulgação não restou outra, um desastro total, marca de um governo desorganizado e despreparado.

Pinheiro perdeu o seu aniversario e vai ganhar um mega ato político em prol da candidatura da Dra Thaiza Hortegal programado para o próximo sábado (08), a ordem é não economizar e quem falar em crise corre serio risco de perder o emprego.

Agora é esperar para comprovar e comparar, porque dinheiro para o aniversario de Pinheiro não tem e para campanha tem?

Com a palavra a Prefeitura Municipal de Pinheiro construindo uma uma nova historia.

 

Comigo é Dito e Feito! Calote – Primeira Dama de Pinheiro e candidata a deputada emite cheques sem fundo e veículo vai para busca e apreensão.

A candidata a deputada estadual Thaíza Hortegal (PP), foi agraciada recentemente com dois prêmios, não por seus atos de benevolência, honestidade, trabalho social ou retidão, mas sim, por seus “feitos” nebulosos como a emissão de cheques sem fundo e não pagamento de fornecedores.

O juiz Sebastião Joaquim Lima Bonfim, titular da 12ª Vara Cível, sentenciou a ré – Tthaiza de Aguiar Hortegal – a pagar o débito no prazo de 15 dias, sob pena de acréscimo de multa legal de 10% (dez por cento), conforme preceitua o art. 523 do CPC.

A sentença teve por base ação ajuizada por Paulo Toba Comercio de Móveis Ltda – EPP, que comprovou a inadimplência no valor de R$100.000,00 (cem mil reais), que em valor atualizadosoma a importância de R$ 176.278,37 (cento e setenta e seis mil e duzentos e setenta e oito reais e trinta e sete reais).

“Regularmente citada (certidão de id n° 11689320), a parte ré não efetuou o pagamento, bem como deixou de opor embargos, conforme certidão de id n° 12523897. Decido. O autor juntou aos autos como prova do seu direito os cheques emitidos pela ré em favor do autor, que demonstra a relação entre as partes. A parte ré fora devidamente citada, sendo cientificada das advertências legais. Entretanto, deixou de apresentar embargos, qualquer outra modalidade de resposta ou de justificar a eventual impossibilidade de fazê-lo”, substanciou o juiz Sebastião Joaquim Lima Bonfim.

E, para piorar a situação de Thaíza Hortegal, o juiz Titular da 7ª Vara Cível do Termo Judiciário de São Luís da Comarca da Ilha de São Luís, José Brígido da Silva Lages,determinou a busca e apreensão em favor do Banco Bradesco Financiamentos S.A do veículo Kia Sportage LX2, cor prata, chassi KNAPC817BD7316272, ano 2012, placas 01R4980 por a parte ré está inadimplente no pagamento desde a 25ª parcela e tendo sido notificadoextrajudicialmente.

“O autor acostou aos autos os documentos necessários, tais como a planilha de débitos e a notificação para constituir o réu em mora. Portanto, considerando os fatos narrados e a documentação apresentada pelo autor, concedo a medida liminar de busca e apreensão do veículo acima descrito, que se encontra na posse, uso e gozo do requerido, tudo com fulcro no Decreto-Lei n° 911/69”, consubstanciou o juiz em sua decisão.

Essa é a candidata, a primeira dama de Pinheiro, Thaíza Hortegal, quem “ganhou” dois prêmios: duas condenações por falta de pagamento merece seu o voto?.

Quem não honra seus compromissos, não paga seus débitos, suas dívidas, não merece sua confiança.

Você que é cabo eleitoral da candidata fique de olho, você pode ser a próxima vítima pelo histórico da falta de pagamento dos seus funcionários.