Secretaria de Segurança recebe doação de 50 Fuzis do Exército Brasileiro para potencializar o combate ao crime no Maranhão

Fortalecendo a parceria de ação integrada entre as forças de segurança do Estado do Maranhão, o Secretário de Segurança, Jefferson Portela, recebeu no final da tarde de quarta-feira (08), 50 fuzis e acessórios do Exército Brasileiro para potencializar a intervenção contra o crime no Maranhão. A doação foi entregue pelo Comandante do Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), Coronel Luciano Freitas e Sousa Filho. Durante a entrega dos 50 fuzis 7,62mm; 100 carregadores; 50 baionetas; 50 bandoleiras; reforçador para tiros e 50 municiadores para carregadores, estiveram presentes o Comandante da Polícia Militar, Coronel Pedro Ribeiro, o Delegado Geral da Polícia Civil, delegado Leonardo Diniz e demais autoridades.

Na ocasião, aconteceu as assinaturas do termo de doação dos armamentos entre o Comandante do Batalhão de Infantaria de Selva (BIS), Coronel  Luciano Freitas e Sousa Filho, o Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela e o Comandante da Polícia Militar, Coronel Pedro Ribeiro. Logo após, foi realizado de forma simbólica, a entrega de três fuzis para os policiais militares, representando a entrega dos armamentos e acessórios.

“Estamos dando continuidade a um trabalho que iniciou no ano passado, onde realizamos a primeira doação de 50 fuzis. Na data de hoje, entregamos mais 50 fuzis para reforçar a atividade de segurança Pública no Estado do Maranhão, à qual já vem sendo desenvolvido com muita excelência pelas forças de segurança do Maranhão. Percebemos nitidamente este trabalho de excelência que é desenvolvido pela Polícia Militar. Tenho certeza que os armamentos irão somar com as demais armas que dispões as polícias do maranhão. Temos a grata satisfação poder colaborar e continuarmos com o braço forte e mão amiga do Exército Brasileiro, estendida com as instituições parceiras”, disse o Comandante do 24º BIS, Coronel Sousa Filho.

O Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, disse na sua fala. “Digno Comandante do Batalhão de Caxias, Coronel Sousa  Filho, nobre amigo, companheiro leal, que representa neste ato o Exército Brasileiro. É uma honra recebermos estes materiais que serão usados para o enfrentamento no combate às organizações criminosas violentas. Essa colaboração do Exército Brasileiro potencializa a intervenção das forças de segurança contra a criminalidade em todo o Maranhão. É um armamento de força superior, sendo os fuzis empregados nas forças estaduais”, destacou o secretário de segurança.

Presentes na solenidade ainda, Comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Célio Roberto; o Subcomandante Geral da Polícia Militar, Coronel Nilson Marques; o Comandante do CME, Coronel Antônio Sodré, o Superintendente de Combate à Corrupção Seccor, delegado Roberto Fortes, e demais autoridades.

Polícia apreende armas e 120 kg de maconha em Vitória do Mearim-MA

A Polícia Civil apreendeu na madrugada desta quarta-feira (8) cerca de 120 kg de maconha em um povoado de Vitória do Mearim, na baixada maranhense, a cerca de 178 km de São Luís.

Segundo a polícia, uma denúncia apontou que haveria um grande transporte de drogas na região. Com as informações, os policiais realizaram uma barreira e revistaram veículos.

Um homem tentou fugir, mas foi preso portando um revólver calibre 38, com seis munições, além de dois tabletes de maconha. Em seguida, uma motociclista foi encontrado com um revólver calibre 38 com três munições.

Em uma terceira motocicleta, com dois homens, a polícia encontrou um saco contendo oito peças de maconha, sendo que um dos ocupantes portava revólver calibre 38.

Por fim, a polícia encontrou um carro com três sacos de nylon que tinha 106 tabletes de maconha. Ao todo, 117 tabletes de maconha foram apreendidos, além de três armas de fogo e cinco veículos.

Todos os envolvidos foram presos e levados para serem autuados em São Luís pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo. Depois, foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Por G1

SEXTA-FEIRA SANGRENTA: Três assassinatos e uma tentativa de homicídio na cidade de São Bento-MA

Três assassinatos a tiros e uma tentativa de homicídio ocorreram em um intervalo de 12 horas na cidade de São Bento, Região da Baixada Maranhense. Uma das vítimas foi o cigano Ivaldo, o Sem Camisa. O crime ocorreu durante o período da manhã desta sexta-feira (3), no bairro Isaaclândia.

De acordo com a polícia, essa ação criminosa também resultou na morte de um homem, identificado como Seu João; e um adolescente, de 14 anos, foi baleado no braço. O caso está sendo investigado pela equipe da Delegacia de Polícia Civil de São Bento. O delegado Rodrigo Alonso declarou que as vítimas estavam em um veículo Ônix vermelho, de placas não identificadas, e foram abordados por dois criminosos, que estavam em uma motocicleta branca.

Seu João, que estava no banco carona do carro, ainda tentou fugir, mas acabou sendo baleado nas costelas e morreu a caminho do hospital daquela cidade. Ivaldo foi baleado na cabeça e morreu dentro do veículo. O adolescente, que estava no banco traseiro, acabou sendo atingido no braço e foi levado para o hospital onde passou por tratamento cirúrgico, mas não corre mais risco de morte.

O delegado informou que testemunhas já foram ouvidas na delegacia e as vítimas vinham sofrendo ameaça de morte. Também existem informações que Seu João era suspeito de ter cometido um crime de homicídio doloso no município de Cajapió, ocorrido no mês de agosto do ano passado. Ivaldo tinha envolvimento com agiotagem na Baixada Maranhense. “A polícia está trabalhando para identificar e prender os acusados desse duplo assassinato e tentativa de homicídio, inclusive, as oitivas já iniciaram na delegacia”, contou o delegado Rodrigo Alonso.
Faccionado

O delegado também disse que durante a madrugada de sexta-feira (3), foi executado o ex-presidiário e faccionado, identificado como Júnior, dentro de sua residência, localizada na área central de São Bento. Esse crime contou com a participação de mais de 10 integrantes de uma facção criminosa. Ainda segundo o delegado, os criminosos chegaram ao local do crime em dois veículos, de marca e placas não identificadas, e disseram que eram policiais. Eles efetuaram vários tiros em plena via pública e invadiram a residência da vítima.

O delegado informou que a vítima foi baleada na frente de sua namorada, nome não revelado, e os acusados tomaram rumo ignorado. Os militares foram acionados, mas não conseguiram prender os criminosos. “A vítima era integrante de facção criminosa como ainda havia suspeitas de envolvimento com o tráfico de droga”, frisou Rodrigo Alonso. Ex-parlamentar

O assassinato do ex-vereador de Penalva, Edésio Rodrigues Dominici, Dezão, de 62 anos, continua sendo investigado pela equipe da Delegacia Regional de Viana. Ainda no último dia 2, a polícia prendeu em cumprimento de ordem judicial o acusado de ordenar a execução, nome não revelado, mas, as incursões continuam sendo realizadas no interior para prender o executor, identificado como Branco. EMA.

 

Por Jaílson Mendes

Governo do Maranhão publica edital de licitação para o serviço de ferry boat

O Governo do Maranhão, através da Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos (MOB) publicou edital de licitação para a concessão do serviço público de transporte aquaviário intermunicipal (ferry boat) para a realização da travessia entre São Luís, através do Terminal da Ponta da Espera, e Alcântara, no Terminal do Cujupe.

Publicado nesta quarta-feira, 02 de julho, as empresas ou consórcios terão 60 (sessenta) dias para analisarem os termos do edital e apresentarem as propostas à MOB e se habilitarem no certame. Poderão participar da licitação, empresas e consórcios nacionais e também internacionais, desde que as empresas nacionais detenham o controle acionário do consórcio.

Serão licitados dois lotes, com direito de concessão de, no mínimo, 20 anos, prorrogável por igual período, no valor de 1.824.090.733,00 (hum bilhão e oitocentos e vinte e quatro milhões e noventa mil e setecentos e trinta e três reais), no tipo concorrência de melhor oferta de pagamento pela outorga após qualificação de proposta técnica. Todos os requisitos legais atinentes à lei de licitação e a legislação marítima foram contemplados, assim como as expectativas sociais.

“É um marco histórico! Será a primeira concessão decorrente de licitação realizada pelo Estado do Maranhão no modal aquaviário. Com a substituição do vínculo de contratação precária, as empresas e os consórcios terão segurança jurídica para realizarem investimentos, cumprir as obrigações contratuais e consequentemente entregar ao usuário/passageiro um serviço de qualidade, segurança e eficiência”, asseverou Lawrence Melo, presidente da MOB.

Melhorias

O edital de licitação lançado pela MOB foi construído a quatro mãos, a partir da contribuição da sociedade, através das audiências públicas, dos apontamentos e notificações da Capitania dos Portos, Ministério Público, Vigilância Sanitária, Procon a fim de melhorar a qualidade do serviço.

A partir da licitação e a assinatura do contrato de concessão serão disponibilizadas 10 (dez) embarcações para a realização da travessia, sendo 6 (seis) embarcações com capacidade para, no mínimo, 100 (cem) automóveis e mais 4 (quatro) embarcações com capacidade mínima de 50 (cinquenta) automóveis, divididas entre os dois lotes. Assim haverá uma distribuição homogênea entre embarque e desembarque de passageiros, otimizando o serviço e tornando o transporte de ferry boat mais eficiente.

Todas as embarcações serão equipadas com ar condicionado e a venda de passagem será facilitada, com mais postos físicos de vendas em São Luís e um posto de vendas de passagem na cidade de Pinheiro, as transações financeiras poderão ser feitas através de dinheiro, cartão de crédito e cartão de débito, e ainda a disponibilidade de venda de passagem pela internet.

A previsibilidade é que o tempo de viagem não ultrapasse uma hora e quinze de travessia, com a possibilidade de menor tempo de travessia de acordo com tábuas de marés e demais influências marítimas.

A empresa ou consórcio vencedor da licitação terá cinco anos para a completa substituição das embarcações que atualmente são utilizadas na travessia entre o Terminal da Ponta da Espera e o Cujupe, sendo esse um pré requisito para a renovação da concessão.

“Essa licitação materializa todo o respeito, compromisso e dever de cuidado que o Governo do Maranhão possui por todos os maranhenses, notadamente aos que residem na Baixada. A melhoria na qualidade do serviço de ferry boat é um pleito histórico dos maranhenses que realizam essa travessia rotineiramente, representando verdadeira contribuição dessa gestão com o contínuo desenvolvimento econômico e social dessa região maranhense e representa uma das missões da MOB, especificadas pelo aprimoramento e desenvolvimento do transporte intermunicipal de passageiros no modal aquaviário”, concluiu Lawrence Melo.

Preso acusado de estupro e tentativa de homicídio é solto por falta de ação da polícia no Maranhão

A Justiça concedeu liberdade a um homem acusado de estupro e tentativa de homicídio contra uma mulher, com base no excesso de tempo da prisão preventiva e pela falta de ação da Polícia Civil no Maranhão. A decisão é da juíza Kalina Alencar Cunha Feitosa, no dia 19 de maio deste ano.

Danrley Viana Silva foi preso em flagrante no dia 15 de dezembro de 2019, em Itapecuru Mirim, a 108 km de São Luís, sob a acusação de estupro e tentativa de homicídio contra Maria Antônia da Silva, com quem tinha um relacionamento.

Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu após o casal discutir em um bar. Maria Antônia recebeu golpes de faca no pescoço e foi encontrada desfalecida e sem as suas roupas íntimas. Após ser preso, Danrley confessou o crime.

O acusado ficou cinco meses preso preventivamente na Unidade Prisional de Itapecuru-Mirim, até que a Defensoria Pública do Maranhão pediu a revogação da prisão. A justificativa principal era que ele não poderia ficar mais de cinco meses em prisão preventiva.

Outro argumento foi a pandemia causada pelo novo coronavírus. A defesa cita insalubridade e pouca ventilação do ambiente carcerário que seriam fatores favoráveis ao contágio.

No processo, o próprio Ministério Público afirma que pediu novas diligências à Polícia Civil para reunir provas do crime contra o acusado. A Delegacia recebeu o pedido, mas não fez as diligências, não justificou, e nem pediu prorrogação de prazo.

“Entre remessa do inquérito policial concluído e a baixa dos autos para cumprimento de diligências complementares requeridas e deferidas com prazo estipulado de cinco dias, a Autoridade Policial já ultrapassou dois meses, sem que tenha cumprido o que lhe fora requisitado ou mesmo pleiteado dilação de prazo, permanecendo, inclusive, na posse dos autos sem apresentar qualquer justificativa”, declara a juíza.

Após os pedidos, Danrley foi solto com algumas condições:

  • Comparecer mensalmente em juízo para informar e justificar atividades
  • Não ir a bares, festas e ambientes de entretenimento com aglomeração de pessoas
  • Não se ausentar da região Comarca por mais de oito dias, sem prévia autorização judicial
  • Ficar em casa no período noturno

O Ministério Público também pediu que o preso fosse monitorado com tornozeleira eletrônica, mas isso não aconteceu devido a falta do equipamento na Unidade Prisional.

O G1 entrou em contato com o governo do Maranhão sobre a falta de ação da Polícia Civil no caso e a falta de tornozeleira eletrônica na Unidade Prisional de Itapecuru-Mirim. Não houve resposta até a última atualização desta reportagem.

Por G1 Maranhão.

TRAGÉDIA! Homem mata o próprio irmão em Pedro do Rosário-MA

Um crime chocou os moradores da cidade de Pedro do Rosário, na Baixada Maranhense. Um irmão matou outro nesta quinta-feira (11).

Segundo as primeiras informações, o aconteceu hoje pela manhã no povoado Bornel. O acusado de cometer o crime foi identificado como Isaias Mota dos Santos, de 24 anos, e está foragido.

Ele é o acusado de matar seu irmão, Genivaldo Mota dos Santos, de 27 anos, com um tiro de espingarda, que atravessou seu corpo. A polícia confirmou a informação, mas não passou detalhes.

Em um áudio divulgado em redes sociais, moradores contam que ele teria confessado o crime e que fez isso para amenizar o sofrimento da mãe. O blog recebeu as fotos da vítima morta, mas não publica esse tipo de material.

Fonte: Jailson Mendes

Dois Homens são presos por tráfico de Drogas em Pinheiro-MA

Na manhã desta sexta-feira (05), Policiais Militares do 10º Batalhão prendem duas pessoas por tráfico de drogas em Pinheiro.

A prisão foi realizada após denúncias recebidas pelos policiais sobre a comercialização de drogas em um residencial no bairro Bubalina. Junto a um dos presos foram encontrados 115 (cento e quinze) cartuchos de maconha.

Com o outro autor a guarnição policial encontrou mais trinta e uma petecas de substâncias semelhantes à maconha, uma porção grande de substância semelhante à maconha; dez papelotes de substância semelhante à maconha e um rolo de plástico usado para embalar drogas.

Os homens foram entregues no Distrito Policial e foi lavrado o auto de prisão em flagrante de ambos.

Suspeito de vender armas é preso com pistola, munições e R$ 10 mil em Viana-MA

Na manhã desta quinta-feira (21), a policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) prenderam um homem suspeito de vender armas de fogo, munições e drogas no Povoado Santa Maria, na cidade de Viana, a 217 km de São Luís.

Durante a operação, a PM apreendeu: uma pistola calibre 380, carregada com treze munições do mesmo calibre; um saco pesando aproximadamente um quilo de chumbo (material usado para carregar espingarda e fazer cartucho); uma motocicleta Honda Bros 150, cor preta; dois celulares e a quantia de R$ 10 mil em espécie e sem procedência lícita.

A polícia chegou até os suspeitos após receber denúncias anônima de que no Povoado Santa Maria havia um homem vendendo armas de fogo e drogas, e que também ele era suspeito de integrar um grupo de extermínio, que havia sido desarticulado, em 2019, pela polícia durante a operação “Cifra Negra” na região.

Com base na denúncia, as viaturas do Bope e da Força Tática se deslocaram até a casa do suspeito, onde foi realizada a prisão e a apreensão de vasto material. O homem foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Viana, para as providências necessárias.

Ainda de acordo com a PM, o homem já era conhecido da polícia por ter invadido, em 2018, o Destacamento Policial Militar (DPM) da cidade de Matinha, a 222 km de São Luís.

Consta no autos, que o homem e três comparsas fizeram ameaças contra um policial que trabalhava no DPM.

Próximo ao Dia das Mães, mulher dá à luz com ajuda de Policiais Militares em São Luís

De acordo com informações da PM, os soldados Maristela, Marques e Nunes, do Grupo Tático Móvel da 1ª Unidade de Segurança Comunitária (1ª USC), estavam se deslocando para uma ocorrência quando se depararam com populares na rua Boa Fé, acenando para guarnição pedido socorro. Ao pararem para ver o que estava acontecendo, os militares foram informados que uma jovem, de 23 anos, identificada como Bianca de Brito Serpa, estava em trabalho de parto.

Ainda segundo a PM, de imediato, os militares prestaram o apoio e auxiliaram nos procedimentos necessários (amarrar o cordão umbilical e retirada da placenta) até a chegada de uma ambulância do Serviço Móvel de Urgência (Samu).

“Estamos muito felizes e emocionados por termos contribuídos com sucesso no nascimento deste bebê. Sabemos que situações inusitadas com esta podem surgir no nosso serviço. Na nossa formação somos preparados para todas as situações, inclusive esta que nos enche de orgulho”, disse a soldado Maristela.

PINHEIRO! Empresário que abrir comércio de produtos não essenciais em meio a explosão de casos da covid-19 serão encaminhados ao Distrito Policial, diz comandante da Polícia.

O Comandante Fábio Araújo, do 10º Batalhão de Polícia Militar de Pinheiro, comunicou através de áudio divulgado em uma rede social que a partir de amanhã (sábado 2 de maio), utilizará o efetivo do Batalhão para fiscalizar os estabelecimentos comerciais de produtos considerados não essenciais, como lojas de roupas, brinquedos, armarinhos, presentes, entre outros, que estiverem com as portas abertas.

“Os empresários que estiveram descumprindo o Decreto de distanciamento social, que proíbe o funcionamento desses estabelecimentos comerciais serão encaminhados ao Distrito Policial”, disse o comandante.

O comandante Fábio disse ainda que tomou essa decisão ao verificar que esses tipos de lojas continuam abertas, principalmente na Rua Grande.

“As medidas restritivas estão sendo tomadas para evitar a circulação de pessoas e, consequentemente, a propagação do Covid-19. Infelizmente muitas pessoas têm ignorado a gravidade desse problema. Por isso a Polícia vai tomar atitudes mais rígidas e mais drásticas. Já nos reunimos com o pessoal do Batalhão para tratarmos desse assunto”, concluiu

Por Herasmo Leite