Curso de formação de brigadistas realiza simulações de primeiros-socorros e de combate a incêndio

Simulações de prática de primeiros-socorros e de combate a incêndio marcaram o encerramento do Curso de Formação de Brigada contra Incêndio, na manhã desta sexta-feira (4). A capacitação é uma iniciativa da Assembleia Legislativa, por meio da Escola do Legislativo, em conjunto com o Gabinete Militar. A ação tem como propósito capacitar os servidores para atuarem em situações de emergência.

Coube aos bombeiros militares, os sub-tenentes Jean Francis, Jack Sandro e Silva Serra e Oliveira Filho, ministrar o curso para os 40 servidores integrantes de diversos setores da Assembleia Legislativa.

Segundo o diretor administrativo da Assembleia, Antino Noleto, o curso é a continuidade de um amplo programa de capacitação dos servidores da Casa. O evento teve início na terça-feira (1º). A programação foi assim distribuída: terça e quarta os participantes tiveram aulas teóricas focadas em primeiros-socorros e no combate a incêndios. Na quarta-feira, foram realizadas oficinas e, nesta sexta-feira, os simulados.

Importância do curso para os servidores

“É muito interessante que todos os servidores participem e se capacitem para prestar os primeiros-socorros e atuar em situações extremas. A Assembleia tem  uma extensão muito grande e é preciso que nós, servidores, possamos atuar em situações de urgência e emergência”, declarou a diretora de Desenvolvimento Social da Assembleia, Silvana Leal.

Para o coordenador do Gabinete Militar da Assembleia, coronel Marcelo Jinkings, o curso é uma das etapas da elaboração do Plano de Ação de Emergência da Assembleia. “Foi um momento ímpar para os nossos servidores. O conteúdo transmitido foi de altíssimo nível e capacitou os servidores  para agirem em situações de urgência e emergência. Em breve, daremos continuidade à formação de nossos servidores nessa área”, enfatizou.

De acordo com o sub-tenente Jean Francis, a Assembleia está de parabéns pela iniciativa de capacitar seus servidores para a prática de primeiros-socorros e combate a incêndios. “Poucas instituições têm essa preocupação. E a Assembleia dá o exemplo. Por isso, está de parabéns”, salientou.

Reconhecimento e avaliação dos servidores

Jean Kerle da Silva Cruz, servidor do Gabinete Militar, disse que foi importante participar do curso não somente no sentido de contribuir para o desempenho de suas responsabilidades no setor de trabalho, como também para a convivência social e familiar. “É fundamental que estejamos preparados para ajudar a salvar vidas em situações de urgência e emergência. Agradeço à Assembleia por ter me dado essa oportunidade”, frisou.

Alan Tércio, servidor do Núcleo de Qualidade Ambiental, também reconheceu a importância do curso. “Correspondeu às minhas expectativas. É um curso de suma importância. Recomendo aos demais servidores que façam, porque vale a pena tanto para a situação de trabalho como para outras da rotina da vida”, afirmou.

“Correspondeu e muito à minha expectativa. Defendo que todos os servidores da Casa façam esse curso. É importante não só para ajudarmos o próximo, mas, também para, às vezes, precisar socorrer a si mesmo. Espero que a Casa dê continuidade para fazermos de novo. Não foi só teoria, mas, principalmente, vivência de simulações”, disse Juliene Lima Paz, servidora da Comissão Permanente de Licitação (CPL).

Deixe uma resposta