Diferente de Pinheiro, Professores de Crateús receberão 60% dos 33 milhões de reais dos precatórios do Fundef

No último sábado 21 de setembro, os professores municipais de Crateús estiveram reunidos em Assembleia Geral, em pauta a viabilização do acordo referente ao pagamento do precatório do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF) no valor aproximadamente de R$33 milhões.

A categoria deliberou pelo recebimento de forma imediata dos 60% do precatório do FUNDEF, de acordo com o Sindicato dos Professores a Procuradoria Geral do Município de Crateús através do Procurador Dr. Emanoel Castro garantiu que nesta segunda-feira (23), o Prefeito estará assinando o termo de acordo.

O Município aplicará 60% dos recursos do mencionado precatório no pagamento direto a todos os professores do ensino fundamental no exercício em 2001, 2002, 2003, 2004, 2005 e 2006. Os outros 40% serão investidos na educação municipal, conforme determina a legislação.

(Redação do Blog Por Samila Gomes)

Enquanto isso em Pinheiro, a classe dos professores estão literalmente desvalorizados, sem condições adequadas de ensino, até o decimo terceiro que era pago tradicionalmente no mês de julho, no governo atual do prefeito Luciano Genésio deixou de pagar nesse período e parece que decimo mesmo só em dezembro quando a lei obriga o executivo a efetuar o pagamento.

Outra situação desconfortáveis dos professores é em relação aos precatórios que nunca receberam, o prefeito chegou a dizer que gastou o dinheiro com a educação, o que ele fez foi pintar algumas escolas. Agora é esperar a prestação de contas e ver se ele gastou mesmo mais de 20 milhões com pinturas de prédios.

Deixe uma resposta