Enquanto o povo tiver preço, isso vai continuar, assim foi marcado as eleições da Colônia dos Pescadores de Pinheiro-MA

Já falamos por aqui sobre a importância de realizarmos um voto consciente. Ele é fundamental para que sejamos uma cidade melhor, onde a população possa confiar nos seus representantes e receber tudo aquilo que precisa para uma vida de qualidade.

Um dos critérios para que o voto seja consciente é depositá-lo naquele candidato cujas propostas você realmente se identifica. Aquele nome que você tem orgulho de indicar aos seus conhecidos, por se tratar de um candidato ético, competente e com propostas de altíssima qualidade.

Em Pinheiro é muito comum pessoas transformarem seu voto em mercadoria, trocando-o por benefícios individuais, muitas vezes até ilegais. Neste domingo(05), algo inacreditável aconteceu nas Eleições da Colônia dos Pescadores, uma situação nunca visto em Pinheiro, um arsenal de guerra foi montando durante as eleições, dezenas de homens fortemente armados faziam a segurança dos candidatos, até advogados tinham seguranças particulares.

Um clima tenso, pesado que com certeza deixou pescadores com receio de exercer o seu direito de associado. Além claro das inúmeras compras de votos, como podemos ver neste vídeo, um segurança do Prefeito Luciano Genésio(PP), supostamente comprando voto. Todos esses casos mostram que a compra de votos ainda é uma prática bastante recorrente em parte do eleitorado.

Tivemos ainda denuncias de que prováveis funcionários da prefeitura votaram, ou seja pessoas que não são associadas e muito menos pescadores.

Quem nunca ouviu falar de alguém que trocou o voto por cesta básica, gasolina, materiais de construção. A compra e venda de votos costuma ter sua importância minimizada, uma prática às vezes até já naturalizada em determinados locais.

Diante desse cenário o que podemos esperar para eleições municipais? Perdemos a democracia e a corrupção tomou conta, e, em uma cidade aonde a eleição é prostituída quem da mais, leva.

Deixe uma resposta