Luciano Genésio tem contas reprovadas do Carnaval, São João e Aniversario da cidade e deve devolver R$ 712.103,00

Sobre o comando do prefeito Luciano Genésio desde 2017, o município de Pinheiro na baixada maranhense vem retrocedendo em todos os setores. A saúde, educação, infraestrutura e a cultura são as áreas mais afetadas com tanto descaso e abandono.

Diante de toda esta triste realidade e sem a possibilidade de dar a volta por cima, o prefeito Luciano usa todo seu poder de mídia para empurrar a culpa em outras pessoas, uma prática que não cola mais, principalmente nos dias atuais onde a informação é em tempo real.

Recentemente, um blog da capital divulgou a seguinte matéria: por falta de recursos, cidade de Pinheiro terá o pior São João de sua história. Um pouco mais abaixo no texto, afirma que os recursos do FPM (Fundo de Participação do Município), está bloqueado pelo segundo mês consecutivo e lá a culpa é mais uma vez dos outros. Mas será se depois de dois anos e meio de governo, Luciano não seria o culpado de fato?

Pegamos aqui os três principais eventos do município, carnaval, São João e aniversário da cidade apenas do ano de 2017, esses eventos receberam recursos da Secretaria de estado da cultura. Será que tudo está certinho?

Começaremos então pelo carnaval 2017. Segundo o documento, a festa recebeu investimentos na ordem de 209,400,00. Na análise do TCE, a conclusão diz o seguinte: “Diante das restrições apresentadas, constatamos a ocorrência de irregularidades que configuram prejuízo ao Erário. Sendo assim, considera-se REPROVADA a presente prestação de contas”.

Passemos para o São João de 2017. Segundo o documento, a festa recebeu investimentos no valor de 206,403,00. A análise desta prestação de contas também foi reprovada e diz mais: “motivo pelo qual deverão ser tomadas as providências visando à recomposição do Erário pela via administrativa ou mediante tomada de contas especial”. Ou seja, terão que devolver o dinheiro do povo.

E o aniversário da cidade do primeiro ano de governo Luciano? A mega festa recebeu da SECMA recursos na ordem de R$ 296,300,00. E para a surpresa da gestão que sempre culpa os outros, a prestação de contas também foi REPROVADA. Ou seja, apenas no primeiro ano da gestão Luciano Genésio, os três principais eventos do município tiveram suas prestações de contas reprovadas, será que a culpa é mesmo de gestores anteriores ou do governo que prometeu demais em campanha e nunca cumpriu nada.

Deixe uma resposta