Operação “ACALANTO” prende mais dois homens por estupro de vulnerável em Pedro do Rosário e Pinheiro

A Polícia Civil do Maranhão dando continuidade aos trabalhos dentro das diretrizes da operação “Acalanto”, realizou na última quinta-feira (10) as prisões de mais dois homens suspeitos pelos crimes de estupro e de estupro de vulnerável nas cidades de Pedro do Rosário e Pinheiro, região da Baixada Maranhense. A operação foi coordenada pela Delegacia Especial da Mulher de Pinheiro.

No primeiro caso, na cidade de Pedro do Rosário, um homem recebeu voz de prisão preventiva pela prática do crime de estupro de vulnerável cometido contra a babá de seus netos, uma adolescente de 12 anos de idade. Segundo a delegada Bruna Guimarães, no dia 17 de março deste ano, após o dia de trabalho, o autor ofereceu carona para a vítima a fim de deixa-la em casa, contudo, a levou para uma pousada e manteve com ela relações sexuais forçadas.

Em outra ação, só que dessa em Pinheiro, a Polícia Civil prendeu um segundo homem pela prática do crime de estupro de vulnerável contra sua própria sobrinha, uma criança de 10 anos de idade. O crime teria ocorrido no dia 14 de maio de 2021, quando a pedido do investigado, a vítima passou a noite em sua residência até que em certo momento o suspeito conduziu a vítima até o quintal do imóvel quando determinou que ela retirasse a roupa e passou a mão em suas partes intimas. Ao chegar em casa, a genitora percebeu que a vagina da criança estava ensanguentada e comunicou o fato à Polícia.

Nos dois casos, os presos foram apresentados a delegacia para prestar mais esclarecimentos e posteriormente encaminhados a Unidade Prisional da região onde ficam à disposição do Poder Judiciário.

Deixe uma resposta