Prefeito ostentação Edilson da Alvorada de Palmeirândia pretende torrar quase um milhão e meio com serviço de digitalização e arquivamento de documentos

Inacreditável, essa seria a palavra correta a ser usada sobre o processo licitatório de numero 400/2021, onde a prefeitura de Palmeirândia, distante certa de 106,3 km da capital São Luís, pretende gastar com serviços de digitalização e arquivamento de documentos da Prefeitura Municipal.

Com esse valor “assustador”, os olhos começam a se voltar para Palmeirândia, município que começa a chamar a atenção com licitações com valor exorbitante, onde apenas um processo para a prestação do serviço acima mencionado, a gestão municipal pretende torrar quase um milhão e meio de reais.

Parece que a gestão municipal está tentando se “modernizar”, porém, devem ter esquecido de fazer o principal, que é a transparência do município, que foi avaliada pelo TCE – MA e teve a nota baixíssima de 6.69, se encaixando no terceiro grupo, o grupo C.

Com a previsão do governo municipal torrar quase um milhão e meio apenas com esse serviço, vamos acompanhar de perto as novas licitações do município, e ver onde de fato está sendo aplicado o dinheiro público.

Deixe uma resposta