Prestação de contas! O que foi feito com quase 1 milhão de reais em Alexandro Montenegro?

De posse da presidência do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde da Regional de Pinheiro, que compreende 17 municípios da Baixada, há 13 anos à frente da entidade, o Vereador Alexandro Montenegro, tem se rebolado para apresentar a prestação de contas, de pelo menos, os últimos 5 anos de 2014 a 2018.

Com mandato de 4 anos, querendo se perpetuar no cargo desde 2006, ultimo encerrado em novembro de 2018, uma comissão instituída por ele, sem ser aprovada em assembleia, vinha mandando no Sindicato, até que uma comissão criada por Agentes, de auditoria e eleitoral, exigiu de Alexandro, uma auditoria na prestação de contas apresentada por ele e nova eleição.

Um contador foi contratado e constataram que vários itens apresentados eram incompatíveis, tipo gastos autos com combustível; visto que o Sindicato, não possuí veículos. Para citar apenas uma da muitas irregularidades. Feita a auditoria, constatadas as irregularidades, foi convocada uma Assembleia em 14 de junho de 2019, rejeitou a prestação de contas de 2014 a 2018 do presidente Vereador. Não estão pedindo nem os anos pra trás.

O que chama a atenção da comissão e de todos, é o volume de dinheiro, movimentado pelo Sindicato. Cada associado, cerca de pouco mais de mil na Região, recolhe automaticamente de 2 a 3 por cento do salario de R$ 1.200.00 reais. Em Pinheiro, cada Agente repassa R$ 37.00 reais. Só desses 5 anos ou 60 meses, tirando o das delegacias e da Federação, cerca de 30 por cento do total, os 70 por cento restante, nesses cinco anos daria, um pouco mais de  R$ 1.000.0000.00 um milhão. Dizem os Agentes. E todos agora querem saber: Cade o dinheiro que tava aqui?

Publicado por Paulinho Castro.

Deixe uma resposta